9 de jul de 2010

Uma quase história de amor (pt.2)


É talvez esse foi o problema, ela estava tão feliz e tão solta que um dia foi fazer a besteira de beber, fraca do jeito que é fico bêbada rapidinho, envergonhou ele, levou uma bronca da família e foi quase proibida de ir ve-lo. Acho que foi ai que começou a seqüência de erros infantis que a fez o perder. No outro dia, ela não tinha cara pra ligar e pedir desculpas, mas arranjou coragem não sei da onde e ligou, ele disse que estava tudo bem, mas ela não acreditou muito na sinceridade das palavras dele. Ela viu naquele dia que ele era diferente de todos os namorados que ela já havia tido, e não foram poucos, ele só queria proteger e cuidar dela, ele se preocupava, e isso fazia ser mais apaixonada por ele. O namoro não foi o mesmo depois do episodio. Até um certo dia um amigo dele ir visitá-la e dizer que ele ta ficando com outra menina, aquilo fez seu coração se destruir. Ela não queria acreditar que era verdade, mas porque nao acreditar no melhor amigo dele que vive e convive com ele? a insegurança dela a convenceu que era verdade, e ela sem pensar duas vezes e sem nem pensar nele, ficou com outro, pra ela não importava daí em diante o que ele pensava. Ela passava o dia chorando, até tentava disfarçar a tristeza, mas não adiantava, não conseguia superar. Até que um conselho vindo do céu a fez ir à rua dele, ele agiu normalmente deu um beijo nela e a abraçou. Ela não entendia como ele podia ser tão cínico, mas ela gostava tanto dele que pra ela aquilo foi um presente, mas tinha uma coisa que não a deixava o enganar, a sua maldita consciência. Resolveu contar a verdade e implorar o perdão, talvez esse tenha sido o maior erro. Ao contar, ele não disse nada, e ela também não sabia o que fazer, se ficava calada ou se tentava convencê-lo, era um silencio mortal entre os dois. Ao chegar na porta da casa dela, ele a abraçou e disse: ...

continua.

1 comentários:

Rodrigo disse...

Caraca, que desabafo.
Espero que no final a "protagonista" da história não acabe mal =/. Se é que essa história já pôde ter um final.
Mas espero de coração que tudo acabe bem, to torcendo pra "ela" (yn)

Postar um comentário